Perfil e Qualidade de Vida de Trabalhadores de Colheita

Pinto, Angelo Márcio; Soares, Thelma Shirlen; Saraiva Nogueira, Gilciano y Vignote Peña, Santiago (2012). Perfil e Qualidade de Vida de Trabalhadores de Colheita. "Revista Árvore", v. 36 (n. 1); pp. 161-168. ISSN 0100-6762. https://doi.org/10.1590/S0100-67622012000100017.

Descripción

Título: Perfil e Qualidade de Vida de Trabalhadores de Colheita
Autor/es:
  • Pinto, Angelo Márcio
  • Soares, Thelma Shirlen
  • Saraiva Nogueira, Gilciano
  • Vignote Peña, Santiago
Tipo de Documento: Artículo
Título de Revista/Publicación: Revista Árvore
Fecha: Febrero 2012
Volumen: 36
Materias:
Palabras Clave Informales: Trabalhador florestal, Extração de madeira e Condição de trabalho.
Escuela: E.T.S.I. Montes (UPM) [antigua denominación]
Departamento: Economía y Gestión Forestal [hasta 2014]
Licencias Creative Commons: Reconocimiento - Sin obra derivada - No comercial

Texto completo

[img]
Vista Previa
PDF (Document Portable Format) - Se necesita un visor de ficheros PDF, como GSview, Xpdf o Adobe Acrobat Reader
Descargar (223kB) | Vista Previa

Resumen

Objetivou-se com este estudo caracterizar o perfil e avaliar o nível de satisfação que reflete na qualidade de vida no trabalho (QVT) de trabalhadores da colheita de madeira de duas contratadas (C1 e C2), por duas grandes empresas do setor florestal, sendo uma do segmento de papel e celulose (PC) e, a outra, do segmento de carvão vegetal (CV). A avaliação ocorreu a partir da percepção dos trabalhadores das contratadas em questão, utilizando um modelo pré-concebido que contempla 11 blocos ou dimensões referentes a variáveis intervenientes e definidores da QVT, englobando 48 trabalhadores em três categorias funcionais: operador de motosserra (7 trabalhadores da C1 PC e 10 da C2 CV), ajudante de motosserrista (7 trabalhadores da C1 PC e 8 da C2 CV) e operador de carregador florestal (11 trabalhadores da C1 PC e 5 da C2 CV). Os dados referentes às variáveis intervenientes na QVT foram obtidos a partir de escala fechada do tipo Likert, com os escores variando de 1 a 7, em que 1 correspondeu ao nível "bastante insatisfeito" e 7, ao nível "bastante satisfeito". O perfil dos trabalhadores é de pessoa jovem, baixo nível de escolaridade e pouco tempo de serviço na empresa. Quanto ao nível de satisfação no trabalho, constatou-se que os trabalhadores da C1 PC se encontravam "satisfeitos" e os da C2 CV, "mediamente satisfeitos" com o trabalho e as condições proporcionadas pelas respectivas empresas, apesar de estatisticamente não ter sido detectada diferença entre os valores médios encontrados nas duas situações, pelo teste de Mediana (P>0,01). Os fatores que mais contribuíram para esses resultados favoráveis foram os benefícios extras oferecidos pelas prestadoras de serviços, as condições de segurança no trabalho e o contentamento com o emprego formal.

Más información

ID de Registro: 10804
Identificador DC: http://oa.upm.es/10804/
Identificador OAI: oai:oa.upm.es:10804
Identificador DOI: 10.1590/S0100-67622012000100017
URL Oficial: http://www.scielo.br/rarv
Depositado por: Memoria Investigacion
Depositado el: 07 May 2012 10:45
Ultima Modificación: 20 Abr 2016 19:01
  • Open Access
  • Open Access
  • Sherpa-Romeo
    Compruebe si la revista anglosajona en la que ha publicado un artículo permite también su publicación en abierto.
  • Dulcinea
    Compruebe si la revista española en la que ha publicado un artículo permite también su publicación en abierto.
  • Recolecta
  • e-ciencia
  • Observatorio I+D+i UPM
  • OpenCourseWare UPM